Início Exame Neurológico Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca

Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca

0
3408
Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca
Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca

Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca: A melatonina trata-se de um hormônio, produzido no cérebro pela glândula pineal, que atua na regulação de diversos ritmos biológicos e influencia diversos sistemas e funções do organismo, incluindo sono, fome, etc. Seus benefícios têm sido estudados e comprovados há muitos anos. Neste artigo, vamos abordar o uso da melatonina para prevenção da enxaqueca.

A enxaqueca é um dos tipos de cefaleia e caracteriza-se por uma dor pulsátil de um do lado da cabeça (às vezes dos dois), podendo manifestar-se também através de outros sintomas. Pessoas que sofrem de enxaqueca apresentam níveis inferiores de melatonina, fator que agrava a incidência das crises.

Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca

O uso de melatonina para prevenção da enxaqueca tem sido estudado há décadas. Através de pesquisas, confirmou-se a eficácia da melatonina em diversos transtornos de cefaleia, incluindo a enxaqueca.

Estudos indicam que a ingestão de melatonina contribui para uma melhora da crises de enxaqueca, superior a dos demais medicamentos utilizados atualmente para reduzir as dores.

Melatonina e Hipotálamo

Existem exames de imagens que fornecem evidências do papel da melatonina na prevenção da enxaqueca. Durante as crises enxaquecosas, uma região cerebral denominada hipotálamo é ativada; a ação da melatonina no hipotálamo pode desempenhar um papel positivo na redução dos ataques de enxaqueca.

Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca
Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca

Impacto com o Sono

A função exercida pela melatonina na prevenção da enxaqueca também pode ter relação com o sono. Os níveis de melatonina aumentam naturalmente durante a noite, e são responsáveis pela indução do início do sono.

A privação do sono pode ser um fator desencadeante e/ou agravante da enxaqueca. Portanto, um sono de qualidade pode reduzir significativamente os episódios de enxaqueca.

Efeitos nas Dores e Inflamações

A melatonina atua também, de forma direta, nos efeitos de dores e inflamações: estudos com animais evidenciam que o hormônio tem potencial de diminuir a percepção da dor decorrentes de inflamações e dores neuropáticas.

Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca – Estudos

Diversos estudos confirmaram que o uso de melatonina, durante um período de 2 a 6 meses, reduziu muito a frequência das crises de enxaqueca, tanto em adultos quanto em crianças. Nestes estudos, entre 62 e 78% dos participantes obtiveram uma diminuição superior a 50% na incidência de enxaqueca no fim da pesquisa, em comparação ao início.

Efeitos Colaterais do Uso da Melatonina

No geral, o uso da melatonina foi bem tolerado nos estudos. O efeito colateral mais relatado entre os participantes das pesquisas foi a sonolência. Em menor proporção, foram relatados efeitos colaterais como fadiga, dor de estômago, tontura, boca seca e constipação.

Eficácia da Melatonina

Veja mais informações sobre os resultados de três estudos em relação ao uso de melatonina para prevenção da enxaqueca, neste artigo (em inglês). Os resultados destes estudos são promissores, entretanto, tal fator não descarta a necessidade de novos estudos para confirmar as preliminares obtidas até agora.

Assim, diante da tolerância positiva e do baixo risco de efeitos colaterais da melatonina, a ingestão deste hormônio pode ser considerada uma boa alternativa para diminuição da frequência, duração e intensidade dos episódios de enxaqueca.

Converse com o seu neurologista de confiança para saber se esta terapêutica é indicada para o seu caso.

O Melatonina pode tratar ou prevenir as enxaquecas?

Se você tiver enxaquecas regularmente, você provavelmente compreende a importância de encontrar um tratamento que funcione. Para algumas pessoas, as enxaquecas podem ser uma condição de saúde crônica debilitante.

Existem vários medicamentos receitados que podem tratar as enxaquecas de forma eficaz. Mas se você estiver procurando por uma abordagem mais natural, há outras opções. O melatonina é um dos mais novos tratamentos totalmente naturais para as enxaquecas. Será que funciona?

O que é uma enxaqueca?

Uma enxaqueca não é apenas uma dor de cabeça ruim. É uma causa de uma coleção de sintomas neurológicos. Esses sintomas geralmente incluem uma dor severa, recorrente e palpitante em um ou ambos os lados de sua cabeça.

Seus sintomas também podem incluir:

  • distúrbios visuais
  • náusea
  • vômitos
  • vertigem
  • sensibilidade à luz, som, toque ou cheiro
  • formigamento em suas extremidades ou rosto
  • Um ataque de enxaqueca pode durar de quatro a 72 horas. Ao contrário das dores de cabeça ocasionais, as enxaquecas crônicas são classificadas como uma doença.

O que é Melatonina?

A melatonina é um hormônio secretado pela glândula pineal em seu cérebro. Faz você se sentir sonolento e ajuda a adormecer.

Seu corpo não produz melatonina na luz do sol ou em ambientes brilhantes. Ele começa a liberar melatonina à noite, quando escurece, ou em ambientes pouco iluminados. De acordo com a National Sleep Foundation, o nível de melatonina em seu sangue é normalmente elevado por cerca de 12 horas. Normalmente ele sobe acentuadamente por volta das 21 horas.

Como a melatonina pode ajudar nas enxaquecas?

As enxaquecas são uma condição neurológica. Elas podem ser causadas por mudanças no tronco cerebral ou por desequilíbrios nos produtos químicos do cérebro. Elas podem ser desencadeadas por uma variedade de coisas. Dormir demais ou não dormir o suficiente pode desencadear enxaquecas em algumas pessoas.

Um estudo publicado na revista Headache descobriu que pacientes com enxaquecas crônicas tinham níveis anormalmente baixos de derivados de melatonina em sua urina. Isto apóia pesquisas anteriores que ligavam a baixa melatonina às enxaquecas. Sugere que tomar suplementos de melatonina pode ajudar a prevenir ou tratar as enxaquecas.

De fato, as pesquisas sobre a melatonina produziram resultados mistos. Um estudo promissor publicado na revista Neurology descobriu que doses diárias de 3 mg de melatonina ajudaram a reduzir a freqüência das enxaquecas. Mais de três quartos dos participantes da pesquisa relataram ter sofrido pelo menos 50 por cento menos ataques de enxaqueca.

A terapia com melatonina também apareceu para reduzir a duração das crises de enxaqueca, bem como a severidade. “A melatonina foi eficaz na redução do número de dias de enxaqueca por mês”, os autores concluíram.

Outro estudo mais recente na revista NeurologyTrusted Source descobriu que os tratamentos com placebo eram tão eficazes quanto a melatonina na prevenção das enxaquecas.

Os participantes da pesquisa receberam um placebo ou uma melatonina de liberação prolongada uma hora antes de dormir. Após oito semanas, eles trocaram os protocolos de tratamento. Ambos os protocolos de tratamento pareciam reduzir a freqüência dos ataques de enxaqueca.

É necessária mais pesquisa sobre a melatonina como tratamento para as enxaquecas. Enquanto isso, fale com seu médico para saber se a melatonina pode ser uma opção de tratamento apropriada para você.

Até agora, a melatonina tem sido estudada apenas como uma terapia preventiva para enxaquecas em adultos. Estudos examinaram a eficácia da ingestão de 3 mg de melatonina por dia, entre 22h e 23h. Não se sabe se a melatonina pode ser usada com segurança para prevenir ou tratar enxaquecas a longo prazo.

A melatonina não tem nenhum efeito colateral importante conhecido. Pode interagir com muitos medicamentos comuns, tais como zolpidem (Ambien) ou fluvoxamina. Não deixe de falar com seu médico antes de iniciar qualquer tipo de terapia de melatonina para enxaquecas. Informe-os sobre qualquer medicamento ou suplemento que você já esteja tomando.

Mais Informações sobre o Uso de Melatonina para Prevenção da Enxaqueca na Internet

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui