Neurologista Especialista em Distonia: Movimentos Involuntários

Neuro Blog neurologista moema Neurologista Especialista em Distonia: Movimentos Involuntários

Por Neuro Blog

Neurologista Especialista em Distonia: Movimentos Involuntários: O Medico Especialista em Neurologia e também Neurologista Especialista em Distonia e Distúrbios do Movimento é um profissional neurologista com sua especialização na investigação diagnóstica de tremores e no tratamento de anormalidades do movimento.

Neurologista Especialista em Distonia: Movimentos Involuntários

Neurologista Especialista em Distonia vai explicar tudo sobre a Distonia: A Distonia é o termo médico utilizado para definir um grupo de doenças complexas caracterizadas por contrações musculares involuntárias, que originam movimentos e posturas anormais.

Movimentos involuntários, fortes contrações musculares, problemas na postura e dor. Essa é a descrição breve da Distonia, um dos transtornos do movimento mais comuns. A Distonia como Doença pode apresentar diferentes origens, sendo ou de origem genética ou como consequência de outras doenças.

Movimentos distônicos também fazem parte dos sintomas da Doença de Parkinson e atingem cerca de 40% destes pacientes. Em parkinsonianos, este sintoma está, frequentemente, associado a doença mais avançada e ao uso prolongando da Levodopa.

A seguir, veja o que o Neurologista Especialista em Distonia tem a dizer sobre o que é a Distonia e como ela pode ser controlada, com terapias, medicamentos e até mesmo com atuação Cirurgia, pois, uma vez que ainda não existe cura.

Distonia o que é?

A distonia é um distúrbio do movimento, no qual um músculo – ou um grupo muscular – se contrai de forma involuntária e repetitiva ou por períodos prolongados. Estas contrações, que podem ser bastante doloridas, levam a movimentos e posturas anormais. O Neurologista Especialista em Distonia, sabe que para muitos pacientes, a distonia, embora seja um problema diferente, provoca sensações bem semelhantes à câimbra. É importante saber que estes espasmos têm duas formas distintas:

  • A Distonia Primária
    • Quando ela é a doença em si, e a
  • Distonia Sintomática ou Secundária
    • Quando está diretamente associada a outra Doença, como a Doença de Parkinson/Mal de Parkinson.

Como a Distonia age no organismo?

Os movimentos distônicos, também conhecidos como torções, geralmente, começam em uma região do corpo, como pescoço, rosto, cordas vocais, braços ou pernas e podem se dispersar para outras partes. Na maior parte dos casos, a distonia ocorre ou até piora durante os movimentos voluntários. Há tipos de distonia que podem ocorrer nas mãos durante o ato de escrever e nos pés ao caminhar.

Neurologista Especialista em Distonia: Movimentos Involuntários

O Neurologista Especialista em Distonia, cita ainda que a distonia também pode afetar as cordas vocais e, consequentemente, a fala, assim como os músculos das pálpebras e os movimentos dos olhos.

Outra característica deste sintoma é se agravar em fases de estresse e fadiga ou diante de algum transtorno emocional. Ele, por outro lado, tende a diminuir durante o sono e o repouso. Muitas pessoas que convivem com distonia podem suprimir temporariamente seus sintomas usando ‘truques sensoriais’. Ou seja, ao tocar a parte afetada ou a parte adjacente do corpo, é possível diminuir a puxação ou reorganizar a postura.

Qual o Motivo ou O que causa a distonia?

Se preferir assistir a animação sobre Distonia por um Neurologista Especialista em Distonia diretamente no YouTube, clique aqui.

Neurologista Especialista em Distonia avisa novamente que, existem dois tipos de distonia: A Primária e a Secundária.

A primária é quando a condição é a única característica clínica e não está relacionada a outras doenças. Nesta, a causa é desconhecida. Já a distonia secundária é provocada por uma outra doença ou tem causa conhecida.

Ela pode ser resultado de exposição a certas medicações, acidentes vasculares cerebrais, sequelas de infecções do sistema nervoso central ou sintoma de distúrbios neurológicos. Em muitos casos, a distonia não tem nenhuma relação com a Doença de Parkinson/Mal de Parkinson.

Fique Informado

Para acompanhar as melhores jornadas de perda de peso, histórias de sucesso e entrevistas inspiradoras com os principais treinadores e especialistas do Neurológico. Comece a mudar a sua vida hoje!

Neurologista Especialista em Distonia: Movimentos Involuntários

As pessoas leem depois